segunda-feira, agosto 24, 2009

LEGO ROBÓTICA


Professora : Alixandra Isoton

HISTÓRICO LEGO
1932 O carpinteiro Ole Kirk Kristiansen decidiu diversificar seus negócios fazendo brinquedos de madeira, o que deu origem à idéia de se criar blocos de montagem LEGO. Desde então, a LEGO continua pertencendo aos membros da mesma família.

1949 Surgem os primeiros blocos feitos de plástico, com cores mais claras do que as dos blocos de hoje.

1950 a 1970 Foi criado o primeiro elemento LEGO que usa eletricidade, o bloco motorizado de 4.5 volt e a roda dentada, primeira de uma série de engrenagens que dariam início ao lançamento de uma linha técnica.

1980 O Grupo LEGO, estende o uso de seus brinquedos para a escola, criando a Divisão Educacional da LEGO .
A EDAcom Tecnologia é a representante desta Divisão em todo Brasil.
Fazer montagens com blocos, motorizá-los e computadorizá-los não era suficiente. Era necessário que se tirasse maior proveito em benefício de uma educação contextualizada.





VENTILADOR

Conceito Tecnológico: Manivela

A manivela é uma peça cujo formato lembra um Z. As manivelas possuem eixos em suas extremidades.. Em geral as manivelas possuem um dos eixos ligados ao que se quer dar movimento. Ele é chamado de eixo central. O outro é movido por alguém ou por algum mecanismo central. As manivelas são usadas, na maioria das vezes, para produzir movimentos rotatórios.
Antes da montagem foi lido um pedacinho da história de Graciliano Ramos, no livro Vidas Secas. Esta leitura foi a base para a construção de um ventilador.





SISTEMA PLANETÁRIO

Conceito Tecnológico: Sentidos do Movimento
INCAS os adoradores do Sol Os incas eram uma nação muito desenvolvida. Tinham conhecimentos muito precisos sobre astronomia, matemática e arquitetura. Acreditavam em muitos Deuses, mas o Deus principal era o Sol. Para a adoração ao Sol, eles construíram um templo chamado Koricancha. Dentro dele havia objetos feitos de ouro e de prata , entre os quais se destaca o Sol de ouro.
A montagem tem como objetivo simular movimentos de rotação e de translação e um
sistema planetário.



SISMÓGRAFO
Conceitos Tecnológicos: O calor e os mecanismos
O sismógrafo é o equipamento utilizado para medir as vibrações sentidas no solo. Mudanças ambientais, às vezes, decorrem de tremores de terra ou terremotos, também conhecido como abalos sísmicos. Nossa montagem é um modelo simplificado de sismógrafo.




ROBÔ CONTADOR DE OVOS
Vivemos em uma época em que muitas espécies estão desaparecendo por causa da interferência humana, numa espécie de “seleção nada natural”. Entre as espécies ameaçadas, temos algumas de tartarugas marinhas. Uma das formas usadas é o controle dos ovos desde o momento em que foram postos.
Nesta montagem foi feito um veículo capaz de realizar a contagem do número de ovos postos por uma tartaruga, sem quebrá-los .




CORAÇÃO MECÂNICO
Nesta atividade, construímos um sistema que simula um coração mecânico, muito utilizado em cirurgias cardíacas. O coração mecânico é um substituto do humano, usado para executar a mesma tarefa de bombear o sangue pelo corpo, enquanto uma cirurgia está sendo executada.
A idéia básica é a mesma utilizada numa bomba hidráulica, utilizando uma engrenagem.







PLOTTER
Plotters são dispositivos mais sofisticados para desenhar projetos de casas, peças de máquinas, plantas arquitetônicas, mapas cartográficos, projetos de engenharia e grafismo.
A montagem possibilitou montar uma plotter que permite o traço de linhas em duas direções. O motor conectado a saída A desloca a caneta numa direção, enquanto o motor C desloca a caneta na direção perpendicular a primeira.









LANÇADOR
Na montagem do Lançador, utilizamos os mesmo princípios de funcionamento dos músculos esqueléticos. Para a execução de movimentos, eles trabalham, sempre, em pares antagônicos, isto é, enquanto um deles contrai, o outro relaxa.
O braço do lançador atua como uma alavanca, conceito tecnológico esse essencial para o lançador.




ROBÓTICA
O começo básico é aprender a comandar os motores, as lâmpadas e os sensores. Esses comandos são executados por meio do RCX, um blocão LEGO movido à energia elétrica e que pode ser programado pelo computador.
A programação ROBOLAB, desde os níveis mais básicos até os progressivamente mais desafiadores, você é capaz de aprender. O bloco programável da LEGO, utiliza sensores para obter entradas do ambiente, processar dados e comandar motores e lâmpadas para que liguem e desliguem.
O RCX funciona com seis pilhas alojadas em sua base ou com um transformador. 1, 2, 3 são entradas do RCX, as quais poderão ser conectados os sensores de toque, de temperatura, de luminosidade e de rotação. Esses sensores funcionam como se fossem os órgãos dos sentidos. A, B, C São as saídas do RCX, nas quais poderão ser conectados motores e/ou lâmpadas. São semelhantes às tomadas de casa, fornecendo energia elétrica para que os dispositivos funcionem, sendo possível controlar esta energia por meio da programação. O programa é transferido por infravermelho, sendo ele responsável pela comunicação entre o RCX e o computador. O transmissor é conectado, por um cabo, na entrada conhecida como porta de comunicação serial. Depois da transferência da programação é só encaixar na construção com os sensores devidamente encaixados e divertir-se.
E bom lembrar que a palavra “ação”, significa envolvimento completo com a aula e total respeito às opiniões e ao trabalho dos colegas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário